O que é o calendário chinês?

O calendário chinês é um dos sistemas de contagem de tempo mais antigos do mundo. É um calendário lunissolar, uma vez que se baseia nos movimentos da lua e do sol.

ano-novo chinês se inicia no primeiro dia do ano em que a Lua está na fase nova.

De acordo com o ciclo lunar, um ano tem 354 dias. No entanto, a cada três anos deve-se acrescentar um novo mês, para que as datas fiquem em sincronia com o ciclo solar.

A cada 12 anos completa-se um ciclo, dentro do qual cada ano recebe o nome de um dos 12 animais correspondentes ao horóscopo chinês: rato, boi, tigre, coelho, dragão, serpente, cavalo, carneiro, macaco, galo, cão e porco.

Pela crença, os animais também recebem a influência dos 5 elementos fundamentais do Universo: metal, madeira, água, fogo e terra. Por isso, o calendário chinês possui 5 ciclos de 12 anos cada.

Por exemplo, a cada ciclo de 12 anos, haverá o Ano do Rato Fogo, Rato Terra, Rato Metal, Rato Água e Rato Madeira.
Portanto, os chineses consideram a repetição de um ciclo de 60 anos: porque a cada 60 anos é que se repete o mesmo animal e o mesmo elemento.

Qual a origem do calendário chinês?

Acredita-se que o calendário chinês foi criado em 2637 a.C. pelo imperador Huang Ti, conhecido como o Imperador Amarelo.
Em 2022 o início do ano ocorre em 1 de fevereiro pelo calendário lunar, quando começa o Ano do Tigre sob influência do elemento Água, que corresponde ao ano 4720 do calendário chinês e cujo término acontecerá em 21 de janeiro de 2023.
Porém, para efeitos civis, os chineses seguem o calendário gregoriano.

Qual o significado/importância do calendário chinês?
Sua importância é inegável:
Em 30 de novembro de 2016, os 24 períodos solares do calendário chinês se transformaram em Patrimônio Cultural Imaterial da humanidade, um reconhecimento por moldarem a identidade cultural das comunidades e por constituírem exemplo de observação, conhecimento e respeito  à natureza.

Os 24 períodos solares incluídos no calendário chinês refletem o começo das estações, os equinócios e solstícios, o despertar dos insetos, os períodos de maior luminosidade e limpidez, o começo e o final da granação, bem como o início, o ápice e o fim do calor ou do frio, da neve e das chuvas, a época do orvalho, das geadas e do degelo.

Essa relação visceral que o calendário chinês com os ciclos da natureza e seus sinais para o desenvolvimento sadio da vida humana é algo que todos devemos aprender.

Porque ele é diferente do nosso, como ele impacta de alguma forma para nós, brasileiros?
Ele é diferente porque enquanto o calendário gregoriano utilizado por nós, é organizado pelo movimento de translação da Terra e, por isso, o ano possui 365 dias; o calendário chinês é lunissolar, ou seja, é organizado de acordo com as fases da Lua e a posição do Sol.

CalendáriGregoriano foi promulgado pelo Papa Gregório XIII, em fevereiro de 1582. O marco inicial é o nascimento de Jesus Cristo, no ano 0 a.C. (existem controvérsias e alguns estudiosos afirmam que o nascimento de Jesus Cristo ocorreu no ano 1 DC).

Pelo calendário chinês basear-se na Lua, não há uma data fixa para o início do ano chinês; o seu início acontece entre 21 de janeiro e 20 de fevereiro, em decorrência do surgimento da primeira lua nova do ano solar.

Para fins civis, os chineses utilizam o calendário gregoriano, utilizado na maior parte do mundo, e o calendário chinês marca as festividades e datas importantes.

O maior impacto que sofremos é financeiro:
Para permitir que tantas famílias se reúnam para comemorar, as fábricas chinesas fecham ou reduzem as jornadas por até três semanas.

A China é hoje a segunda maior economia do mundo (atrás apenas dos Estados Unidos) e também o maior exportador mundial. De lá, saem produtos e matérias-primas que abastecem praticamente todas as demais economias.

Como a China é o maior exportador mundial, a pausa impacta tudo o que sai do país: dos produtos adquiridos no e-commerce a grandes encomendas de multinacionais. 

Ou seja: todos os anos, economistas, empresas e investidores ficam atentos ao calendário chinês para fazer projeções de mercado, organizar a logística de compras e até mesmo negociar em algumas das maiores bolsas de valores do mundo.

(Fonte: https://blog.nubank.com.br/ano-novo-chines-economia-global/)

Como podemos ser influenciados pelo horóscopo chinês morando aqui no Brasil?

Como o horóscopo chinês pode influenciar ou melhor, de que vale esse horóscopo oriental, se eu nasci aqui neste país, neste lado de cá.
Até que ponto eles podem nos ajudar, se eu não estou lá ?


O Calendário Lunar Chinês nos legou um grande conhecimento sobre a natureza humana analisada de um ponto de vista complementar aos olhos da Astrologia Chinesa, que unida aos conhecimentos da Astrologia ocidental complementam informações valiosas na visão astrológica.

Esses são estudos milenares e até hoje se pesquisa de que forma ocorrem essas influências entre o microcosmo (ser humano) e o macro cosmo (sistema solar que nos envolve e que inclui o Todo Maior). Os estudos junguianos tem ajudado bastante, com seu conceito de inconsciente coletivo e de sincronicidade.

A astrologia estuda as influências que recebemos do Céu que nos envolve segundo a data, hora e local de nosso nascimento. A astrologia chinesa é basicamente lunar, portanto baseada no estudo dos ciclos lunares. E a Lua influencia todo o Planeta Terra, nos dois hemisférios. Assim como o Sol, base da astrologia ocidental, que é solar e mensal.

Porém, as duas astrologias levam em consideração, além da região geográfica com suas peculiaridades climáticas, a estação do ano em que nascemos, fato que também influencia nosso temperamento: nascer durante um rigoroso inverno é diferente de nascer em um verão de um país tropical, como o Brasil.

Associar o signo chinês (anual) ao seu signo solar aumenta muito as informações sobre sua natureza.
Lembrando também que as influências dos astros inclinam, influenciam sem determinar absolutamente.

Mas, na minha opinião, somos muito mais do que esses fatores: eu uso esses conhecimentos como pistas, junto com outros vários estudos como a psicologia, a psicanálise, de uma forma geral. E no particular, o grau de espiritualidade, a hereditariedade, o grau de maturidade emocional da pessoa para entender um pouco mais sobre a natureza única que habita em cada um de nós. Espero ter conseguido esclarecer um pouco desse vasto e profundo assunto.


Os 12 animais são representados, um por ano, no calendário chinês.

Veja as ccaracterísticas de cada signo:

Vídeos sobre Astrologia Chinesa:




Fazer um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *