Onde a Política e a Religião se encontram?

Onde a Política e a Religião se encontram?
“Fazemos parte de um quadro maior.”

Algumas pessoas acreditam que espiritualidade e política não combinam.
Porém, o momento é de interligação. Chegou a hora de a Ética permear todas as áreas de atividade e pensamento humanos.

Minha posição política: a sociedade é formada por ideias que favorecem ou não o estabelecimento da dignidade humana. Sou suprapartidária, não torço por A ou B, mas pela possibilidade de implantar-se energias que favoreçam atitudes que cuidem com carinho da energias positivas no seio da sociedade. Que visem o desenvolvimento do ser humano como um todo.
E pela mudança sempre que isso não for concretizado.
O fanatismo nos cega. A Ética nos dignifica.

Ao ensinar o caminho da espiritualidade, a religião prepara os homens e mulheres para serem seres humanos éticos e conscientes. Nos ensina a compreender que somos parte de um todo maior: que a ação de um afeta a todos.
O bem ou mal que praticamos volta cedo ou tarde para nós.
É uma lei da Vida.

Já o político, e nesse ponto esses assuntos se cruzam, deve buscar o Bem Comum da sociedade, proporcionando um solo fértil com Saúde, Educação e Transporte de qualidade para que a sociedade seja sadia. E possa buscar a evolução em todos os pontos, inclusive o espiritual, com mais facilidade.

Na verdade, todo político deveria ser ético e praticar a honestidade,
o que também todo ser humano independente de suas convicções políticas e/ou religiosas deveria ter como princípio: ser verdadeiro e buscar o bem comum.
Os grandes mestres da espiritualidade nos deram esse exemplo.

Sobre a Política em nosso país:

— Apesar de todas essas dificuldades que atravessamos, você pensa que o Brasil pode ter uma mudança em seu rumo, no caminho do desenvolvimento consciente?
— Depende de ações efetivas nessa direção. A política é muito importante na condução desse processo para o desenvolvimento da dignidade e reais melhorias da qualidade de vida de nosso povo. Você sabe qual é a definição de política?

— Política é a arte de governar os povos.
— Sim, e também é a habilidade no trato das relações humanas com vistas à obtenção de melhorias para o povo.
— O que vemos aqui são muitos políticos que usam essas habilidades para proveito próprio!

— Não podemos generalizar, mas quando agem assim, não são políticos, mas politiqueiros. Só os resultados de suas ações podem identificá-los.Fazem politicagem, que é uma política mesquinha, estreita, que visa os interesses pessoais. Politicagem também é o conjunto de políticos pouco escrupulosos, desonestos. São pessoas que não compreenderam ainda que o bem do País é o bem deles também. São lobos vestidos de ovelhas, dizendo uma coisa e fazendo outra: são hipócritas. Às vezes falam muito bem, mas não fazem o que prometem. Outras querem apenas o poder e as regalias que ele traz. E no entanto, fazer política de qualidade nada tem de fácil, porque exige muito de si trabalhar para o povo.

— Entendi. Você quer dizer que no Brasil infelizmente há maus políticos, mas que o problema não é com a política e sim com o caráter de quem exerce o poder de forma egoísta.”

Extraído do livro No Céu do Hemisfério Sul – Brasil, um Novo Começo de Stela Vecchi, Edição de Autor, SP, 2004.

As melhores energias vêm do amor pela Vida, pelo nosso planeta, pelo nosso solo, pela nossa gente e por nós mesmos. Tudo o mais é consequência disso.

Baseado em pesquisas históricas e na simbologia de nossos símbolos nacionais, faz uma interpretação inédita e nos indica novos caminhos: “No Céu do Hemisfério Sul – Brasil, um novo Começo”, autora Stela Vecchi, para entender melhor.
Baixe grátis neste link:

Escola justa e imparcial: ensino para o livre desenvolvimento humano

Capa_1_No_Ceu_ do_Hemisferio_Sul

Fazer um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *