Quais os perigos da incorporação

Algumas pessoas confundem estar incorporadas com a manifestação de seu próprio espírito elevado a uma oitava superior de manifestação.

Quando já estamos com nosso subconsciente sem sobras, isto é, iluminamos nossas sombras, estamos prontos para adentrar na dimensão da espontaneidade do ser, onde agimos em harmonia com a Vontade Divina.

E nesse ponto, vamos apresentar nosso Eu Superior, que se manifesta com arte, leveza. Plenitude. É o nosso espírito em sua nova oitava de ser.

leis-universais

Consciente de si mesmo

Já a incorporação, ser “cavalo” de um outro espírito que utiliza seu corpo experiências muito diferentes:

Recebemos um corpo para elevar nossa alma através dos aprendizados que as experiências atraídas por nós nos proporcionam.

Estamos aqui para descobrir cada vez mais formas de viver em harmonia com as Leis Universais da Vida.
Já podemos perceber que a consciência e a busca constante da verdade (aquilo que é, que foi e que será; que permanece através do tempo) é uma das Vontades do Criador a nosso respeito.

Quando encontramos a advertência de que nenhum til deve ser mudado na Bíblia, muitos não percebem que esse aviso é em relação à interpretação errônea dos ensinamentos.
A Visão Progressiva, que atualiza no Tempo e no Espaço a interpretação compreendendo não a letra que mata mas o espírito que vivifica também é essencial para a chegada na Ascensão Crística.
Assim, o cuidado que cada intérprete deve ter é imenso em relação às ideias contidas no Livro Sagrado.

A Bíblia Sagrada vem nos ensinar o árduo caminho para um reino vibracional superior. E Cristo é o grande mestre.

É a Luz, é a própria ponte (o caminho) para a Vida onde o tempo é sempre presente.

E sem dúvida, encontramos em Alan Kardec, fundador do Espiritismo, um grande estudo sobre os ensinamentos de Cristo.
Um dos principais, o estabelecimento de que a alma reencarna muitas vezes para que seus aprendizados a levem à iluminação de sua alma.

Esse conceito bem explicado pode alterar a visão sobre os problemas vividos e encarados de uma forma positiva.
Ao compreender e agir sempre para trazer equilíbrio e paz, colaboramos com a evolução da raça humana.
Porém, muitos deturparam os ensinos de Kardec.

Quando lemos o Livro dos Espíritos de sua autoria percebemos o cuidado que ele recomenda para o caso de uma incorporação. E o uso que alguns espíritos podem fazer do corpo que outro habita. Pode ser um vampirismo, portanto, gerador de problemas para quem “incorpora”.

Discernimento é fundamental.

Quando recebemos um corpo nossa alma tem uma missão para elevar seu padrão vibratório e atingir novos status em relação à energia que a habita.
Vim para que vocês tenham mais vida, e a tenham em abundância.

Então, estamos no Planeta Terra para evoluir e auxiliar na evolução de nossos semelhantes.
Deixar os espíritos desencarnados em seus processos, respeitar as dimensões em que se encontram é um respeito ao Plano do Criador.
Porque como nos ensina o Mestre Maior, Deus é um Deus de Vivos.


Download grátis – Leia O Caminho da Sabedoria, de Stela Vecchi

Capa Caminho

Fazer um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *