Academia Brasileira de Feng Shui: pela união entre todos os que amam essa importante técnica para trazer equilíbrio e harmonia

fengshui chines

Este blog está dedicado à união entre todos os que amam e divulgam o Feng Shui de qualquer perspectiva compreendendo que todos buscam o mesmo objetivo: criar a harmonia na Terra.

No texto abaixo, uma análise na nova perspectiva Feng Shui Lógico, que adapta o Ba-guá da Sequência do Céu Posterior para o Hemisfério Sul sem alterar sua essência milenar.

Confira as imagens da adaptação para o Hemisfério Sul:Animação: Ba-guá para o Hemisfério Sul

“Já a polêmica maior se deve à adequação dos Baguás, em conformidade ao local estar no hemisfério Norte (como a China…) ou Sul (por exemplo, aqui no Brasil…), o que faz muito sentido. Sinceramente, a argumentação contrária me parece, à primeira vista, muito mais uma questão emocional do que fundamentada na teoria; é natural combater uma teoria que seja contrária ao que as escolas nos ensinaram e que já praticamos faz anos… É preciso superar o passionalismo e analisar a questão do ponto de vista extritamente técnico. Sei disso por experiência própria: elaborei o Mapa dos Cinco Movimentos Chineses mediante incontáveis horas de dedicação em programas gráficos de computação, em um período em que os equipamentos eram dezenas de vezes mais lentos do que os de agora… Utililizei-o por anos, até que na primeira turma da Comunidade de Estudos Avançados aqui do SINTE, uma discente chamada Simone Kobayashi questionou se não deveria adaptar o mapa, pelo fato de estarmos abaixo da linha do Equador. De início, rejeitei a idéia, pois implicaria que eu e mais um grande número de autores que eu admiro cometemos um belo equívoco, fora o trabalho de ter que refazer o mapeamento. No final, felizmente, a razão e o respeito à verdade falaram mais fundo e refiz o material, tendo como consolo o fato de ter aprendido mais sobre um tema que eu já considerava bem estudado.

Os que defendem ferozmente que não seja feita uma revisão nas teorias de Feng Shui aplicadas aqui no Brasil se apegam à explicação de que a China antiga se autoconsiderava o centro do mundo e que, por esta razão, a disposição dos Trigramas no Baguá estaria adequada a qualquer posição geográfica. Porém, uma análise técnica mais apurada discorda dessa linha de raciocínio. Já existe uma versão “imutável” do Baguá, que é nominada de Céu Primordial, que corresponde ao ponto de vista de um observador “celestial”, ou seja, que estaria além de nosso planeta:
ceu_primordial_maior_Henrique_Vieira_Filho_

Por sua vez, a representação gráfica utilizada como “bússola” para harmonização de ambientes é a chamada Céu Posterior, que leva em consideração o ponto de vista do observador terreno e, como tal, sujeita-se a adaptação em conformidade com a localização estudada.
As ilustrações a seguir baseiam-se no trabalho de Stela Vecchi, uma das pioneiras em utilizar Baguá diferenciados para cada hemisfério:

baguas_hemisferios_Henrique Vieira Filho - Terapeuta Holístico

O fundamental é mantermos nossas mentes abertas para constantes revisões em nossas teorias e formas de trabalhar. Até poucos anos atrás, as fontes de informações eram poucas e fragmentadas e a abordagem especializada era a regra, de onde resultou que cada técnica dedicou-se a uma pequena parte da milenar sabedoria chinesa, perdendo-se a visão do conjunto, favorecendo a que equívocos de interpretação ocorressem. Em pleno Século 21, graças às novas tecnologias e ao gerenciamento da inteligência coletiva promovido pelo SINTE – Sindicato dos Terapeutas, estamos numa privilegiada situação de aplicarmos a abordagem Holística, integral, onde somando o conhecimento até então “separado” da Acupuntura, do I Ching e do Feng Shui, atingiremos uma síntese unificada, resultando em novas NTSV – Normas Técnicas Setoriais Voluntárias da Terapia Holística que nos guiarão para uma vida profissional cada vez mais plena e fundamentada.”

Henrique Vieira Filho – Terapeuta Holístico – CRT 21001, autor de diversos livros da profissão, ministra aulas na CEATH – Comunidade de Estudos Avançados em Terapia Holística, publicou esse texto onde analisa os trigramas adaptados para o Hemisfério Sul:
Texto original: http://www.sinte.com.br/revistaterapiaholistica/tradicionais/acupuntura/258-acupuntura-iching-fengshui
Direitos Autorais: SINTE – SINDICATO DOS TERAPEUTAS

Espero ter trazido uma compreensão maior sobre o tema
Stela Vecchi

A maior lei do Universo é a Evolução.

Vento, o transportador, o mensageiro, guerreiro fantasma, sopro divino, livre e transformador.
Água, adaptável, penetrante, condutora da vida, seu poder é grandioso, embrenha-se nas profundezas, contorna, flui,transmuta.
Dois elementos de energia, força e poder, poderes de transmutação, suas forças são mágicas.
Os chineses há milênios observaram essas forças e descobriram essas magias e suas lógicas para o bem-estar como um todo e chamaram-na Feng Shui (Vento e Água).
Hoje no século XXI, respeitando a natureza raiz que veio da China, vejo que agora não é só a magia e a sua lógica, e sim a lógica da magia, a psiquê, a energia da alma e a conexão homem, natureza, e universo.

A harmonia ambiental, a harmonia pessoal se estabelece com o equilíbrio do pensar, sentir e agir.
Stela Vecchi faz a roda girar, respeita, ensina e aprende.

Daniel Correandri
Mestre de Kung Fu, Tai Chi e Yoga

A história do Feng Shui Lógico: como nasceu a adaptação do Ba-guá para o Hemisfério Sul?

Leia o Livro Feng Shui Lógico, Stela Vecchi, Ícone Editora, 2004

feng-shui-logico-stela-vecchi-icone-editora

Curso Básico com Stela Vecchi em São Paulo

Participe dos cursos ministrados por Stela Vecchi:
Feng Shui Lógico: Curso Básico, Avançado e Profissionalizante
Nos cursos de Feng Shui Lógico você recebe informações que serão úteis para toda sua vida, complementando essa matéria:
Veja como trazer harmonia para sua residência:
Feng Shui Lógico para Principiantes

Visite também o site: www.fengshuilogico.com

2 Comentários

Fazer um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *