Os nomes dos meses datam do Império Romano. Veja o significado de cada um:

Por incrível que pareça, todos nós ao nos referirmos aos nomes dos meses, ativamos a vibração que se vivia nos dias do Império Romano. O que significa hoje para você o nome dos antigos deuses Jano, Fébrua ou Juno?
Pois todos os evocamos nos meses de Janeiro, Fevereiro ou Junho. Veja por quê:

Os nomes dos meses são homenagens aos deuses romanos e até a Júlio César (JULHO) e Augusto (AGOSTO).
Veja que interessante:

Janeiro
deriva de JANO, um deus romano(em latim Janus).

A idéia de representá-lo foi muito feliz:como se lhe atribuía a faculdade de ver ao mesmo tempo o passado e o futuro, suas estátuas o mostram com dois rostos. Portanto um deus que conduz à reflexão.
E se nos lembrarmos de que o início do ano é a ocasião de considerar o tempo que passou e de pensar no que nos trarão os novos doze meses que começaram, perceberemos a perspicácia da escolha dessa representação simbólica. Como o ano tem 12 meses, seu templo tinha 12 portas, simbolizando os meses do ano que se iniciava em Janeiro.

No império romano, era o deus dos princípios e dos fins e era invocado quando alguém queria começar e terminar bem alguma coisa.
Esse deus era também o porteiro do céu (segurava uma chave na mão esquerda) e por essa razão os romanos o tinham como protetor das portas e dos portões e das famílias também.
No Hemisfério Norte, em Janeiro é pleno inverno, com neve.
No Hemisfério Sul, é pleno verão. Época também de chuvas.

Fevereiro
Em homenagem à deusa das purificações, Fébrua.

No segundo mês do ano, (inverno no Hemisfério Norte), celebravam-se festas especiais com a finalidade de aplacar as almas dos mortos e de purificar as almas dos vivos. Essas festas chamavam-se februais, originando-se daí o nome fevereiro.
Fevereiro é o mês mais curto, com 28 dias. Constando o ano de 365 dias e 6 horas, a cada 4 anos acrescenta-se 1 dia no mês de fevereiro, que fica então com 29 dias e nesse ano temos então um ano denominado bissexto.
O ano bissexto originou-se na época de Júlio César, que chamou a Roma o astrônomo Sosígenes, de Alexandria, de quem veio a idéia de repetir um dia a cada quatro anos para acertar o calendário.

Março, mês consagrado à Marte, deus da guerra.

Para os romanos representava a força, a ação, a vitória.
Consultavam-no para tudo, pediam chuva, e proteção contra os inimigos.

Abril: o que abre.

Nem deus, nem deusa: abril é representado por um anjo, o anjo da primavera.
Em abril, no Hemisfério Norte a neve se derrete e dá lugar a flores, à renovação da natureza trazida pela primavera.
Porém para nós, aqui no Hemisfério Sul, essa realidade corresponde ao mês de setembro.
E abril é tempo das folhas que caem… do outono.

Maio – em homenagem à deusa Maia, filha de Atlas (deus que assentava sobre os ombros o mundo inteiro).
Atlas,deus grego

Segundo a mitologia, Atlas teve 7 filhas e a mais célebre foi Maia, mãe de Mercúrio, cuja função era ser mensageiro dos deuses para a Terra.
Júpiter, o pai de todos os deuses, levou Maia e suas irmãs e colocou-as como estrelas no firmamento. Constituíram então a Constelação das Plêiades.

Junho

A maioria atribui o nome Junho a Juno, rainha do Céu e esposa de Júpiter.

Segundo a mitologia, Juno sentava-se em um trono de ouro junto a seu marido.
É tida também como a Deusa do Matrimônio.
Juno_e_Júpiter
Tinha poderes superiores: produzia trovões, desencadeava ventos e mandava nos astros. Era reverenciada por todos os deuses, e gostava de passear em um carro puxado por pavões.

Julho
Em homenagem à Júlio César, guerreiro e imperador.Júlio César não só conquistou nações: fez leis célebres e escreveu livros imortais. Também corrigiu o calendário, introduzindo o ano bissexto.
Essas frases são atribuídas a ele: “Cada qual é artífice da própria fortuna.”
“É melhor sofrer o pior agora do que viver no eterno medo dele.”
“Os covardes morrem muito antes de sua verdadeira morte.”

Império Romano
Império Romano

Quando o mês começava em março, esse mês era o quintilius.Em sua honra, passou a chamar-se Júlio.

Agosto
É homenagem ao sobrinho de Júlio César, Augusto.
Esse nome é uma homenagem ao sobrinho de Júlio César, Otávio, chamado pelo povo romano de Augusto, que significa nobre.

Otávio “Augusto” foi imperador romano.Passou à História como um grande personagem.O seu reinado recebeu o nome de Idade de Ouro. Trouxe paz e grande florescimento da arte e da literatura. Fundaram-se bibliotecas e templos por toda a parte.
O povo romano, na intenção de agradá-lo, mudou seu nome para Augusto, que significa nobre.
E chamaram então de Augustus ao oitavo mês do ano.
Como julho tinha 31 dias (Julho recebeu esse nome em homenagem à Júlio César) e agosto só 30, para não melindrar Augusto os romanos tiraram um dia de fevereiro e puseram em agosto.
Foi no reinado deste imperador que no Oriente Médio nasceu Jesus Cristo, que mudou a face do mundo e dividiu a História em antes de Cristo e depois de Cristo.

E assim terminam os nomes derivados de deuses, deusas e imperadores romanos.

Setembro
Sua origem data da época em que o ano começava em março, e constava de 10 meses somente.
Ele era o sétimo e na verdade corresponde ao mês 9, e não ao 7.
O número 7 em latim se diz septem, donde derivou september (em português setembro).

Para nós no Hemisfério Sul, inicia-se a primavera.

Outubro
Vem de octo, que significa 8. October, outubro em português. Na verdade, corresponde ao décimo mês.
Era o oitavo mês do antigo calendário romano, passando a décimo quando Numa, rei de Roma, fixou o principio do ano no primeiro dia de janeiro, porém outubro não mudou de nome mesmo passando a ser o décimo.
Outubro era consagrado às colheitas e vindimas.Celebravam muitas festividades e atiravam às fontes guirlandas de flores e ervas reverenciando as ninfas.

Novembro
Qual a origem do nome NOVEMBRO?

Novembro vem de nove, porque já foi há muito tempo atrás o nono mês do calendário romano, que começava em março.
O mais sensato seria alterar o nome do mês, vocês não acham?

Desde setembro até dezembro essa é a lógica dos nomes, seguindo quando ainda o ano começava em março.
Novembro era o nono mês do antigo calendário romano, passando a décimo-primeiro quando Numa, rei de Roma, fixou o principio do ano no primeiro dia de janeiro, porém novembro não mudou de nome mesmo passando a ser o décimo-primeiro.
Seguindo nessa linha de raciocínio, era o nono no primeiro calendário romano: November.
Estava consagrado à Diana, deusa das montanhas e dos bosques. Começava com um banquete dedicado à Júpiter, com jogos circenses.Ofereciam também sacrifícios à Netuno, deus dos mares.
Para nós no Hemisfério Sul, prenuncia o verão.
Para os que vivem no Hemisfério Norte, prenuncia o Inverno.
flores

Dezembro
Do latim December, de decem, dez, o décimo e último mês do antigo calendário romano.
É costume representá-lo por um velho de barbas brancas que traz brinquedos para as crianças na época do Natal.
Para alguns, esse velho representa São Nicolau, que viveu no século IV.
É um mês de inverno no Hemisfério Norte, por isso é representado com caminhos cobertos de neve.

Pesquisa baseada em A História dos Meses, Enciclopédia Tesouro da Juventude,W.M.Jackson,INC.,Editores.

Leia também:

Leia o Livro Feng Shui Lógico, Stela Vecchi, Ícone Editora, 2004

feng-shui-logico-stela-vecchi-icone-editora

Curso Básico com Stela Vecchi em São Paulo

Participe dos cursos ministrados por Stela Vecchi:
Feng Shui Lógico: Curso Básico, Avançado e Profissionalizante
Nos cursos de Feng Shui Lógico você recebe informações que serão úteis para toda sua vida, complementando essa matéria:
Veja como trazer harmonia para sua residência aqui no Hemisfério Sul:
Feng Shui Lógico para Principiantes

Visite também o site: www.fengshuilogico.com

One Comment

Fazer um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *