Descobrimento da América do Sul e a Constelação do Cruzeiro do Sul, que aponta o Polo Sul


Se você busca viver profundamente, é preciso olhar para além de suas circunstâncias atuais. Você vive hoje o fruto do passado da humanidade também.

Há cerca de 500 anos atrás, o Velho Mundo descobriu um Novo Céu e uma Nova Terra, que foi chamada de América do Sul.
Vamos fazer uma pequena regressão para os inícios de nossa colonização aqui na América do Sul. Para ficar mais simples, imagine-se sentado na superfície da Lua e olhando para o nosso planeta.

Até por volta de 1500 de nossa Era Cristã, o Hemisfério Norte não sabia que existiam terras além da Linha do Equador.
As expedições portuguesas e espanholas tinham essa missão.

Encontraram um novo céu e uma nova terra. Geograficamente localizada abaixo da Linha do Equador, possui um céu diferente e estações climáticas características e inversas.

De fato, a estrela Polar, estrela-guia do Norte, não é vista do Hemisfério Sul, cuja estrela-guia é apontada pela Constelação do Cruzeiro do Sul, pela Alpha-Crux. Muito interessante: as caravelas portuguesas e espanholas são guiadas pelo céu e encontram no céu do Hemisfério Sul o mesmo sinal do Cristianismo, a Cruz que possui eixos de tamanhos diferentes.

Voltemos à visão da Terra vista da Lua. Nosso planeta gira suavemente no espaço. Tão suavemente quanto deveria ser viver nesse planeta, tão belo. Se houvesse amor entre todos nós.
No entanto, a vida humana atingiu uma velocidade e uma desarmonia tão perigosa quanto se vivêssemos permanentemente em guerra, minando as delícias do viver.

Quando chegarem esses dias, vocês pensam que encontrarão alguma fé sobre a Terra? Jesus Cristo.

Nosso planeta é iluminado de dia pelo Sol. Dia em uma metade do planeta. Noite na outra. Compreender e perceber as mudanças que essa inversão provoca são fundamentais para que nos integremos em nosso tempo e espaço.
Essas condições climáticas e geográficas determinaram nossa História. Tão opostas em cada metade.

Durante muito tempo e até o ano de 1492 de nossa Era o Hemisfério Norte desenvolveu-se ignorando mesmo que houvesse a outra metade (Hemisfério Sul) existindo com seus índios (Brasil) e a enigmática sabedoria da civilização inca(Perú), que conhecia a inversão dos hemisférios.
Assim, para as civilizações do Hemisfério Norte, a direção Sul significava olhar para o Sol em seu trajeto Leste para Oeste diário.

Como um trovão que cruzou o céu do conhecimento da época de Norte para o Sul, e do Oriente para o Ocidente (o descobrimento da América do Norte) podemos dizer que foi um novo começo para o nosso planeta.
O descobrimento da América fez desmoronar uma idéia remota de que o mundo era constituído apenas por um bloco de três continentes: Ásia, África e Europa, rodeado por um grande oceano.

Com a descoberta do Novo Mundo, Colombo marca uma nova era, que transformou de forma expressiva e irreversível a fisionomia do mundo, que se baseia nas relações políticas, econômicas e sociais entre os povos ocidentais.
http://www.infoescola.com/historia/descobrimento-da-america/

O domínio que seguiu infelizmente não foi nada cristão, apesar dos rótulos cristãos. A que podemos atribuir esse período tão negro de dominação espanhola e portuguesa? Uma provável resposta seria a imaturidade espiritual do poder religioso dominante. Da Igreja Católica.

Lentamente, a Europa foi se apossando das novas terras. Trouxeram o conhecimento já adquirido durante séculos e como privilégio de poucos. E assim foram instalados dois mundos onde haviam os dominadores e os que eram dominados, sem respeito real pelo mundo que encontraram.

A Igreja foi fundada pelo Mestre do Amor. E agiu de forma muito lenta no desenvolvimento do amadurecimento da sabedoria espiritual necessária para ser de fato fermento nesse novo mundo. Não se trata de sermos juízes mas de compreendermos que sofremos ainda as consequências dessa falta de preparo para ações que honrem seu fundador.

Mais ainda, precisamos entender que massa levedada é uma massa onde não se distingue o fermento dela mesma. Assim como uma comida que foi salgada, não sendo possível separar o sal do alimento. Essa é a idéia: o poder é um só e deve ser exercido levando em consideração o Amor, sempre. Meus estudos levaram-me à compreensão de que o Amor é uma ciência profunda capaz de ter a solução a curto, médio e longo prazo para os sofrimentos humanos, de acordo com sua gravidade.

Pouco mais de 500 anos depois, o hemisfério sul cresceu como colônia cultural. Mais recentemente, começam a surgir no meio de nós vozes que alertam para o ajuste. A massa humana que habita aqui precisa ser iluminada pelo Sol do Novo Mundo.

Há muito a ser feito. Mas só a Luz do Conhecimento unido ao sentimento de que somos todos irmãos, temos um só Pai, pode fazer o milagre de tornar nosso Planeta habitado por seres humanos que vivem de acordo com o ritmo suave com que nossa Casa Maior, a Terra, desliza pelo Espaço.

A Pachamama, nossa Mãe Terra, está nos ensinando. Mas ainda poucos de seus filhos estão com os olhos abertos…

Stela Vecchi

Perú

Qual o significado do Cruzeiro do Sul na bandeira do Brasil?
Leia No Céu do Hemisfério Sul – Brasil, um Novo Começo, de Stela Vecchi – Download Grátis

No Céu do Hemisfério Sul Capa e contracapa
cruzeiro_bandeira
Acesse o link para download do livro:
Download Grátis – A Bandeira Brasileira e a Educação no Brasil – Livro NO CÉU DO HEMISFÉRIO SUL, de Stela Vecchi

Leia também: Hemisfério Sul – Uma História ainda muito mal contada…

Fazer um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *