Mundo não acaba em 2012, diz astróloga Susan Miller

[photopress:sideral.jpg,full,pp_image]

Uma grande transformação está acontecendo e não é necessário conhecer astrologia para perceber. O que os estudiosos de astrologia sabem é que essa transformação começou há algum tempo e uma grande depuração está em pleno andamento. Os que já sabem amar estão prontos para adquirir a visão de águia e ver a vida de um novo ponto de vista: do Céu.Stela Vecchi

Susan Miller é a astróloga mais influente do mundo. As previsões dessa nova-iorquina são clicadas por cerca de 18 milhões de pessoas por mês, metade nos EUA, a outra, no restante do mundo.
Susan nasceu com um defeito congênito na perna e passou por várias cirurgias e internações na infância. Em uma dessas idas e vindas do hospital, aos 15 anos, sua mãe a introduziu na astrologia.

Há várias previsões sobre o fim do mundo em 2012 baseadas no calendário maia. Você vê algo diferente ou terrível para o próximo ano na astrologia?

Susan Miller – Não vejo nenhum problema.
Na verdade, no começo do ano, o medo do que pode acontecer no dia 21 de dezembro de 2012, data que marca o fim no calendário maia, pode causar desnecessária ansiedade. Cientistas, filósofos, historiadores e astrólogos sentem que 2012 será o fim de uma velha forma de pensar e a entrada de uma nova e excitante era de iluminação.
O solstício de inverno [no Hemisfério Norte] é importante porque está localizado a 26 graus de sagitário, que por séculos foi considerado o centro de nosso universo na Via Láctea. Na verdade, devido à precessão dos equinócios, a Terra entrou pela primeira vez nesta zona crítica, descrita pelos maias, em 1998, e a Terra vai continuar por esse caminho até 2016. Alguns chamam esse período de “era 2012”. E muitos “experts” acreditam que nós veremos o começo de um inesquecível tempo de entendimento, muito especial para quem vivê-lo.

Qual sua recomendação para quem quer ser astrólogo?
Prepare-se para estudar por um longo tempo. Não é um assunto que você pode compreender rapidamente. Um grande erro é tentar aprender muito em pouco tempo. Não é possível aprender rápido, necessita meditação e pensamento. Estudei 12 anos com a minha mãe antes de dizer a alguém que eu sabia astrologia. Sem eu saber, minha irmã imprimiu meu primeiro horóscopo para o Astrology Zone para minha mãe checar se o que eu tinha escrito estava preciso. Isso continuou por oito anos até eu descobrir. Um astrólogo tem grande responsabilidade com seus leitores ou clientes. Dizer a coisa errada é prejudicial, assim como dizer a coisa certa da forma errada pode causar muita dor. Pessoas que pensam que só porque sabem seu signo solar podem determinar coisas sobre você só maculam a profissão.

Fonte: http://f5.folha.uol.com.br/humanos/956446-mundo-nao-acaba-em-2012-diz-astrologa-susan-miller.shtml