Amor e Auto-proteção. Você sabe viver o amor sem se machucar?

Sabedoria kbSe você não conduzir sua própria vida, alguma outra pessoa o fará.
Essa frase de John Atkinson nos faz prestar atenção em nossas atitudes.

Nosso desafio é amar com sabedoria.
Ninguém mais duvida da verdade de que viver com amor é muito mais gostoso.
O amor é a seiva da vida, proporcionando disposição, alegria e dando sentido à nossa vida.
Também sabemos que amar sem conhecimento é perigoso: já sofremos muito por não sabermos lidar com as reações dos outros .

Por essas razões, precisamos nos aplicar a conhecer as naturezas humanas, para saber amar a si mesmo e a quem nos cerca com sabedoria.

Você sabe qual é sua característica principal? E quais as secundárias?

Conhece-se uma árvore pelos frutos que ela dá:nunca uma macieira dará laranjas. Portanto, identificar o tipo de personalidade é fundamental para que possamos criar confiança em nós mesmos.
Normalmente, enquanto não sabemos como lidar com os relacionamentos que temos sem sofrer vamos criando defesas naturais que formam camadas que nos tornam aos poucos insensíveis, não importa qual a máscara que vestimos.
Assim, podemos parecer brincalhões (não levando nunca nada a sério) ou distantes (não nos envolvendo emocionalmente com as pessoas).

A saúde emocional consiste em sentir plenamente (razão da verdadeira alegria) e sabendo que somos capazes de nos proteger em qualquer situação, sabendo que somos, de verdade, nosso maior amigo.

Fazendo analogias com o reino animal, sabemos que dependendo do animal temos uma atitude em relação a ele. Não tratamos com cobras da mesma forma que lidamos com um passarinho.
Assim é com as pessoas: se não identificarmos o tipo de padrão de comportamento delas, podemos nos ferir muito no contato.

Como identificamos as pessoas perigosas?
• São muito instáveis : um dia nos tratam bem, são gentis. No outro, sem motivo aparente, são grosseiras. Nos sentimos aturdidos e ficamos pensando, será que eu fiz alguma coisa?
• Ou, pior ainda, tentamos sempre agradá-las, agindo de forma injusta conosco, não nos amando.
A melhor atitude seria compreender que esse é o jeito dessa pessoa ser. Não devo perder meu tempo tentando compreender sua imaturidade emocional. Um dia ela aprende a ser mais estável.

• Há também pessoas que são gentis por fora, mas que estão te criticando em pensamento.
São falsas, portanto as mais perigosas. Após contato com elas, e sem motivo aparente, nos sentimos mal, ou vazios. Fomos atacados energeticamente falando.

A melhor atitude é evitá-las. Se for inevitável o contato, agir com cautela, não se expondo. Ter sempre no peito uma peça de prata ou uma pedra de proteção, como a turquesa. Ter pensamentos de proteção pessoal enquanto estiver sob sua influência.

• E quem não conhece os falsos profetas? Alguns políticos, gurus e/ou personalidades formadoras de opinião, pessoas que aparentemente são muito legais, mas que não praticam o que falam. Podem causar muito dano, porque são vazias, não têm substância.
Quando vemos que o discurso é diferente da prática, a melhor atitude é ter discernimento para não nos influenciarmos por suas palavras.

• Pessoas que são benéficas, inofensivas e/ou que aumentam nosso campo de energia, nossa órbita pessoal:
Essas pessoas demonstram o que sentem, são espontâneas e sentimos que o que falam e fazem é sincero. Têm autoconfiança e são confiáveis.
Mesmo que estejam passando por dificuldades, não descarregam sobre nós seus estados delicados, resolvendo consigo ou nos relatando para que saibamos o que se passa com elas. São transparentes e corajosas, não tendo medo da opinião dos outros.
Quanto mais verdadeira uma pessoa, menos perigosa, mesmo que tenha temperamento difícil.

As pessoas que não se amam são incapazes de amar de forma estável.

Amar de verdade ao outro exige um comportamento confiável, sincero e um relacionamento consigo mesmo isento de ilusão, de carências geradas por traumas ou bloqueios. Se a pessoa não sabe fazer o bem nem a si mesma é incapaz de amar, na verdade ainda está na fase imatura de suas emoções porque o primeiro sinal de maturidade é cuidar para que tenha sempre pensamentos e sentimentos generosos e alegres dentro de si, em qualquer circunstância.

Só quem se respeita e sabe se cuidar pode de fato, amar.

Stela Vecchi

OCaminhodaSabedoria_StelaVecchi


Dowload grátis – O Caminho da Sabedoria, de Stela Vecchi

Neste link, mais sobre esse assunto:
Ritual para Cura de Emoções