A oração de São Francisco de Assis, 1223, Rieti, Itália

E no centro da Era Cristã surge Francisco, revitalizando a Igreja, tão sedenta de Humildade e VERDADE:
Onde houver trevas, que eu leve a LUZ
Onde houver erros, que eu leve a Verdade.

sobre as águas

Senhor, fazei de mim um instrumento de tua paz

Onde houver ódio, que eu leve o amor,
Onde houver ofensa , que eu leve o perdão,
Onde houver discórdia, que eu leve a união,
Onde houver dúvida, que eu leve a fé,
Onde houver erro, que eu leve a verdade,
Onde houver desespero, que eu leve a esperança,
Onde houver tristeza, que eu leve a alegria,
Onde houver trevas, que eu leve a luz.

Ó Mestre, fazei com que eu procure mais
compreender que ser compreendido,
consolar que ser consolado;
amar, que ser amado.

Pois é dando que se recebe
é perdoando que se é perdoado
e é morrendo que se nasce para a vida eterna…

Fazer um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *