Fomos criados para a felicidade. Mas, o que é ser feliz?

arvore

Fomos criados para a felicidade. Atingir esse estado, um dos objetivos mais verdadeiros porque ter saúde, amigos, amores, recursos, podem nos ajudar, mas nem sempre conseguem nos proporcionar a sensação constante de alegria e serenidade diante dos acontecimentos.

Essa história de que eu era feliz e não sabia, é falsa. Quem é feliz, sabe que é.
A sensação de leveza corporal, de leveza espiritual, de ausência de sentimentos como mágoas, ressentimentos, inadequações , é inequívoca.
Quem é feliz aprendeu a ser seu melhor amigo e a proteger-se de pensamentos nocivos. Aprendeu a se amar, amando a Deus e aos seus semelhantes.
Aprendeu a olhar os saldos positivos aprendendo com cada situação. Porque ser feliz não nos tira do mundo, ao contrário nos ensina a agir no mundo a favor dessa felicidade.
Também sabemos que quanto mais feliz for o nosso mundo, mais feliz seremos, então com felicidade trabalhamos para isso.
A sensação de sentir-se feliz pode crescer em força e intensidade a cada dia, além de ser infinita, como a própria vida.
Diante do mistério da vida, navegar sobre nossas águas interiores, iluminar cada recôndito e criar a confiança em nossas decisões nos prepara para viver no Amor, a dimensão imediatamente superior à nossa. Só quem aprendeu a caminhar com segurança sobre as águas de suas próprias emoções aprendeu a amar muito além do medo.

Na verdade, a felicidade completa é oriunda de um coração que encontrou seu repouso. O repouso do coração advém de certezas e de fortalecimentos proporcionados pelas experiências vividas e aprendidas. Portanto, felicidade plena dificilmente será atingida por muito jovens. Quando jovens podemos ter experiências que nos trazem sentimentos de intensa felicidade, como êxtases provocados pelo amor, porém serão passageiros. E agora estamos falando da conquista desse estado, um estado orgástico e perene de comunhão com a Vida.

Enquanto tivermos necessidades não preenchidas, o sentimento de expectativa irá frustrar a possibilidade dessa felicidade se manifestar: porque pensamos que precisamos viver alguma experiência justamente para conhecê-la, a felicidade. Então, ainda não somos felizes.
Quando chegamos nela, percebemos que ninguém pode ser o detentor desse poder em nossa vida, porque a felicidade é a própria comunhão com a Vida, e não com uma pessoa específica. Amigos são parte desse todo e podem alegrar ainda mais nosso coração já alegre, forte e sereno. Porque ser feliz é estar em repouso dinâmico
Se você já possui esse coração, sabe o caminho para chegar até a felicidade. Se não, comece procurando realizar seus sonhos. Cada sonho que você realiza pode representar um passo importante no caminho para a felicidade, para conhecer suas águas a ponto de andar sobre elas… Ao realizá-lo, você pode perceber que se enganou sobre seu sonho, que ele não lhe trouxe o que você buscava, mas cada ilusão que se desfaz dentro de nós começa a criar o alicerce para o nosso Reino interno, feito de certezas e não de expectativas. Porque, nas palavras de Leonardo da Vinci, a experiência é a mãe da certeza.

Stela Vecchi

Hotel-Presidente-MacchuPicchu-Stela_Vecchi


Download grátis – Leia O Caminho da Sabedoria, de Stela Vecchi

Capa Caminho

One Comment

Fazer um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *