A necessária reconciliação entre Ciência e Religião

Está na hora de percebermos a vida como um tecido interligado, um grande quebra-cabeça cujas partes devem ser encaixadas.
Precisamos viver a integração: o microcosmo inserido no macrocosmo.
Precisamos reconciliar Ciência e Religião, e uní-las na busca e no encontro da Verdade e de melhores condições de vida para todos os seres que habitam este planeta. Entendo que a religião busca o conhecimento de Deus através da verdade. A Ciência busca o conhecimento do universo (obra de Deus) também através da verdade. Ora, as duas buscam a mesma coisa por caminhos diferentes. Nesses dois mil anos desde que a Luz em forma humana, Jesus, esteve em nosso planeta, foi a Ciência, através dos estudos sobre a natureza da luz, quem mais nos aproximou de forma definitiva dela.
A Ciência, em seu compromisso com a verdade, derrubou o que nossas mentes criavam e que não tinham base na realidade, tirando-nos das trevas da ignorância e da superstição. E estudando a Natureza, obra do Criador, sem preconceitos ou dogmas, à luz da verdade, nos auxilia a conhecer mais sobre a verdadeira natureza divina, além das aparências. O Artista se revela também em sua arte. Ainda, a pouca ciência nos afasta de Deus, a muita nos aproxima…

Muitos religiosos foram cientistas, ou muitos cientistas acreditavam em Deus, e contribuíram de forma inestimável para o progresso da visão sem distorções do ser humano, junto com o alargamento do sentido da compaixão, sentimento que nos distancia definitivamente dos instintos meramente materiais e, pelo contrário, humaniza a matéria.

Foi a Ciência que nos mostrou a verdade da Terra, em seu movimento em volta do Sol, ampliando nossos conceitos sobre a Vida celeste e sobre a humildade. É a ciência que estuda profundamente as causas do sofrimento humano e contribui de forma prática para minorá-lo. Por tudo isso, creio que a ciência é uma grande aliada rumo ao estabelecimento de uma nova concepção de vida para nosso planeta junto com a religião.

— Todo ser humano de boa vontade deve procurar trazer harmonia para nosso planeta. A unidade só se faz na compreensão da diversidade, que o todo é formado por partes diferentes mas que se harmonizam através de um objetivo que deve ser comum a todos: criar uma sociedade justa, fraterna.

Fazer um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *