Como a Educação no Brasil pode diminuir a Violência Social?

A Educação da Percepção é uma necessidade em nossas escolas.
Educar é tornar as pessoas sensíveis a todas as maravilhas que nos cercam e sustentam nossas vidas.
Essa consciência muda o mundo.

girassol

Interessante a matéria que saiu na Folha de São Paulo em 20/03/2005, sobre um ex-interno da Febem, Rogério Gimenes de Pontes, de 21 anos.
Ele escreveu um livro — Ingresso para a Febem — sobre sua experiência e diz como saiu desse inferno: um dia, refletindo sobre sua ação, resolveu mudar. O que o fez mudar foi perceber que tinha que fazer algo por ele mesmo e por sua família. E, segundo suas palavras, “tem duas coisas que o ser humano tem, mas não usa: a arte do pensamento e o estudo. Se tiver pensamento legal e usar o estudo, dá para ter um futuro legal.”

Você vê por esse caso que se ensinarmos as crianças e os adolescentes a pensarem, junto com práticas de respiração correta, vivências que estimulem o autoconhecimento, aulas que estimulem sua curiosidade positiva pela Vida podemos ter grandes resultados. Os recursos são tantos! Com certeza colheremos bons resultados.Porém,
os resultados dependem da qualidade dos professores. É preciso focar em sua formação e capacidade de estimular seus alunos.

Entenda meu pensamento: é preciso, através das escolas, recebermos educação da percepção e assim nos tornarmos mais sensíveis, porque é essa educação que diminui os níveis de agressividade das pessoas.
Violência não é só matar e roubar. Esses apenas são os níveis mais graves que o ser humano pode chegar.
Existe a agressividade verbal, mais comum do que se pensa nas famílias e nas escolas; a agressividade que se revela no desrespeito em relação à vida do outro através da manipulação ou enganação; na exploração indevida das personalidades mais frágeis; na falta de compreensão pelos momentos difíceis que alguns de nós estão passando sem opção de escolha e até a agressividade através de olhares que revelam desprezo, que querem tirar nossa autoestima. No julgamento do outro sem conhecer todas as variáveis de seu comportamento, na maledicência… E enquanto houver esses níveis mais sutis de agressividade, ela estará alimentando os níveis mais graves na sociedade.

Cada um desses atos, que saem de dentro de nós, fortalece a agressividade como um todo! Percebeu aí a responsabilidade individual? Vou mais longe: toda vez que você se irrita você cria uma energia nociva dentro de você: e o mais provável é que ou ela saia descarregada sobre alguém (normalmente alguém que não tinha nada a ver com a situação) ou provoque um mal-estar em você mesmo, sendo sementes de problemas de saúde ou mesmo depressão futuros.

No Céu do Hemisfério Sul Capa e contracapa
cruzeiro_bandeira

Livro dedicado ao povo brasileiro:
No Céu do Hemisfério Sul – Brasil, um Novo Começo de Stela Vecchi
Download grátis. Leia o livro na íntegra:
Download Grátis – No Céu do Hemisfério Sul – Brasil um Novo Começo, de Stela Vecchi

Stela Vecchi é escritora e consultora de Feng Shui.
Autora do livro Feng Shui Lógico (Ícone Editora, SP, 2004), ministra cursos de Feng Shui Lógico, técnica que favorece a felicidade porque deixa sua casa harmoniosa e plena de energia benéfica.
Autora do livro No Céu do Hemisfério Sul – Brasil, um Novo Começo, onde analisa a bandeira brasileira de um ponto de vista inédito.
Seu último livro, O Caminho da Sabedoria, é sobre o amor e sobre o verdadeiro significado dos relacionamentos amorosos em nossa vida.

Visite também o site: www.fengshuilogico.com

Fazer um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *