Vida mortal e as profecias

Se pensarmos profundamente, vemos que é estranho nos preocuparmos com profecias, já que somos conscientes de que somos mortais, portanto para cada um de nós um dia será nosso último dia neste Planeta Terra, com este corpo.
O que nos amedronta é da forma como as coisas podem acontecer, diante de toda a desarmonia existente em nosso planeta e diante da verdade de que há tempo para tudo debaixo do Sol. Tempo de plantar e tempo de colher os resultados da semeadura.
A evolução para estágios superiores de existência passa pela conscientização de que a vida é mais do que vemos. E nesse ponto, sabemos que é preciso praticar a verdade e a justiça em nossas vidas, aprendermos a amar à Criação, a nós mesmos e aos nossos semelhantes para que nossa evolução atinja seu termo.
A verdadeira revolução é a revolução interior, é a percepção de que somos seres espirituais tendo experiências materiais. E quando transcendermos a matéria, saberemos que as profecias apenas anunciam a inevitável colheita dos frutos maduros dos espíritos que aceitaram as verdades dos grandes mestres e lavaram suas vestes até que se tornaram dignos de participarem de uma vibração mais harmônica e mais feliz. Porque na verdade, a vida é Deus, portanto, infinita. Somos todos Um.

Você se acha preparado para a nova vibração? Aprendeu a viver em paz e harmonia dentro de si? A conviver na mansidão e na humildade, na justiça e na verdade? Aprendeu a ser feliz? Porque só nessa harmonia toda é que pode brotar e permanecer a felicidade além desta vida e da morte.

One Comment

Fazer um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *